Apetites

Hoje apetecia-me ir…
Descer o Tejo sem esforço
Afundar-me nos teus braços
E aportar no teu rosto

Rio Tejo

Hoje apetecia-me Cascais
Uma baía enluada
Uma brisa abandonada
E fazer-me de novo ao mar

Cascais


Hoje apetecia-me Bordéus
Não sei porquê. Mas porque não?
Ter sonhos desses só meus
E partir rumo ao sul

Bordéus

Hoje apetecia-me tocar
afagar um instrumento
Martelar num piano
E perder-me em pensamentos

Piano


Hoje apetecia-me voar
Ser gaivota em movimento
Embebedar-me de ar
Redemoinhar no firmamento

Gaivota

Hoje apetecia-me ser
Estar. E talvez dizer.
Fazer uma pausa na vida
E depois ir de fugida

Fazer uma pausa

Hoje apetecia-me terra
Uma lezíria Um campino
Um belo bicho taurino
E uma pega de sernelha



Pega


Hoje apeteceu-me ir
Hoje apeteceu-me Cascais
Hoje apeteceu-me Bordéus
Hoje apeteceu-me tocar

Ir

Hoje apeteceu-me voar
Hoje apeteceu-me ser
Hoje apeteceu-me terra.
Hoje? Hoje não quero nada!

Não quero nada


(c) Dulce Dias - 2000-05-09

Comentários

Mensagens populares