O "sim" não vinculativo...

O "sim" no referendo de domingo recolheu 59,25 % dos votos expressos: O "não" ficou-se pelos 40,75 por cento.

Mas como apenas 43,61% dos eleitores foi votar - eu votei - a participação não foi suficiente para tornar obrigatória a despenalização da interrupção voluntária da gravidez.

Resta acreditar que o primeiro-ministro vai alterar a lei, como prometeu em caso de vitória não vinculativa do "sim".

Por outro lado, interrogo-me: é a nossa democracia ainda muito "jovem" ou os portugueses estão-se mesmo nas tintas para referendos??

Comentários

Mensagens populares