Perguntas estúpidas

Todos os anos, dão à costa da Europa, aos milhares. Outros, entram pelas fronteiras terrestres. Aparentemente, até agora, ninguém soube como evitar que estes imigrantes clandestinos, estes requerentes de asilo, estes refugiados políticos, económicos ou humanitários entrem no território da União Europeia.

Imigrantes

Não quero sequer questionar aqui e agora se é bom ou mau evitar a entrada de imigrantes na União. Deixo para outras núpcias as necessidades de mão-de-obra dos Vinte e Cinco, sempre de olhos postos na falta de contribuições para a segurança social e para as reformas dos nossos velhos... Não vou sequer alargar-me no facto de os fluxos migratórios serem tão velhos como a própria humanidade.

O que eu quero perceber é como é que sendo a União Europeia incapaz de evitar a entrada desses imigrantes, incapaz de cooperar eficazmente com os países de origem e de passagem desses imigrantes; vem agora propor a criação de centros de refugiados FORA da União Europeia?!

Se, até agora, ninguém consegue controlar os tais imigrantes - papão da nossa querida sociedade desenvolvida, bicho mau que vem roubar o nosso pão e os nossos postos de trabalho -, como raio é que vão fazer para os obrigar a ficar na Líbia, em Marrocos ou na Roménia???

Acham mesmo que o sonho dos imigrantes é ficar anos num "centro de acolhimento" na Líbia, "enquanto aguardam o tratamento do seu pedido de asilo"???

Estou eu baralhada ou estão-o os nossos dirigentes?! Ou tem alguém andado a atirar-nos areia para os olhos?! É que, se agora já podem circunscrever os imigrantes a estes eventuais futuros centros de acolhimento... como é que até aqui não podiam impedi-los de entrar na União??

----

Os interessados encontram aqui um exemplo do que se discute nas instituições europeias sobre a criação de campos de refugiados no exterior da União.

Comentários

Mensagens populares